terça-feira, 2 de outubro de 2007

BLOG DO CEL. PAÚL - TROPA DE ELITE - JÔ SOARES E O CINEASTA!!!

Ontem foi um dia realmente interessante. Descobri, sofrer de alguma coisa parecida com TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo).
Vejam bem...Pela manhã, (tudo bem: lá pelas 11 horas) resolvi dar uma volta pelas páginas do Orkut, ver as Comunidades, e tudo OK... Depois resolvi fazer uma visita aos Blogs que comumente leio e vez por outra, teço algum comentário. Foi aí, que tudo começou...Em um dos Blogs, havia a informação que o Corregedor da PMERJ, Cel. Paulo Ricardo Paúl havia feito um Blog, e o link estava ali, era só clickar para ter acesso ao mesmo (como já gosto do tema, meu dedinho foi lá: click!)
O que eu fiz? Bingo!!!!! Fui até ao Blog do Cel. Paul, e a partir desse momento notei que estava sofrendo de alguma compulsão, pois passei o dia lendo tudo que estava sendo postado.
Amigos, li o dia inteiro (naturalmente refletindo, tirando conclusões), e volta e meia me rebelava contra esta atitude: minimizava o Blog em questão e ia ver outras coisas na net.Passeava pelo mundo virtual, e quando notava: lá estava eu lendo mais um artigo postado no Blog do Cel. Paúl. Ihhhhh! E estou com uns três livros para ler, isto sem falar em toda literatura Espírita à minha espera, para o meu aprimoramento moral... Mas, vamos lá!
Tive como impressão final sobre o conteúdo do Blog e seu dono, o seguinte: ou o Cel Paúl estava engasgado à muito tempo, e resolveu colocar inúmeros artigos bastante importantes e totalmente dentro do contexto que se propôs, ou ele é um compulsivo por escrever e direcionar textos de outros autores, fazendo críticas de fino acabamento.
Chegou uma hora em que resolvi que já havia esgotado todas as minhas conclusões, e que se ficasse diante do computador e daquele Blog, naturalmente alguma coisa mais seria postada, e eu estaria ali estática: lendo e presa ao idealismo, a objetividade, ao poder de síntese do Blogueiro; e porque não: à sua fina ironia.
Li até chegar ao artigo em que o Cel. Paúl, elegantemente contesta o Jurista Dalmo Dallari. Desliguei o computador e fui tomar providências para deitar.

Claro, como não posso dormir com o computador ligado (faço parte do Movimento Sem-LapTop), durmo com a televisão ligada, e para que meu ciclo de reflexões não acabasse , lá estava o Programa do Jô Soares, com o cineasta José Padilha dando sua enésima entrevista sobre o filme TROPA DE ELITE.
Não sabia se o que estava ouvindo era para rir ou para chorar, pois um dos primeiros artigos do Blog do Cel. Paúl que chamou-me atenção, foi exatamente sobre o assunto. Inclusive postei um comentário que acredito: não foi aceito.
Naturalmente o apresentador Jô Soares, só faltou deitar ao chão, para que o Sr. Padilha passasse. Partes do filme foram exibidos e os mais estapafúrdios comentários foram feitos.
Ah...Se eles em Rede Nacional podem falar o que querem sobre Segurança Pública, eu também posso falar alguma coisa aqui neste espaço. E vou dizer com bastante clareza: o Sr. José Padilha pode ser investigado, sofrer sanções, pois envolveu-se com o crime organizado, tendo inclusive descrito reunião que participou com o chefe do tráfico de uma favela.

Claro que o Sr. José Padilha diz ter sido convidado pelo pessoal do “movimento” para dar explicações sobre as filmagens. Ora, ora: ele podia não ter ido: ter batido em retirada e escolher outro local para as filmagens, inclusive sem nenhum problema, pois a verba destinada para essa prudução, foi um escândalo!
Mas o cineasta José Padilha foi a tal reunião, onde os traficantes estavam todos bem armados, tendo o mesmo contado, inclusive, sobre uma granada que caiu do colete do “chefão”. O artefato não explodiu, e foi recolocado juntamente com as “outras” granadas que os traficantes portavam...Que fôfo!
Ah...Naturalmente o Sr. Padilha obteve autorização para as filmagens, e não foram importunados...

Dentre diversas “máximas” que o cineasta colocou algumas são:

- O BOPE, diz ele, até 1997 era um Batalhão de homens incorruptíveis. Depois desta data, ele não assegura mais este dado. Claro que o Sr. Padilha fez esta declaração depois de dizer que para fazer o filme, havia entrevistado mais de vinte Policiais da Ativa do BOPE. Podemos concluir que esses Policiais argüidos, podem inquiri-lo quando ele diz que hoje, não existe assegurado que os homens do BOPE não se corrompem...

- Diz o Sr. José Padilha que uma das motivações do filme foi mostrar como se “forma” um Policial violento, e que esse limite máximo de violência era usado pelo BOPE em suas instruções. E mais: este perfil violento seguiria com o Policial, em qualquer ação. Naturalmente quando ele fala em violência, ele fala em tortura. Passa a impressão para o público, que os policiais são recebidos com flores nas comunidades dominadas pelo tráfico.

- Ao largo de bastante campanha pela liberalização de todas as drogas, feita tanto pelo apresentador do programa quando pelo entrevistado ( um país que não tem gaze e algodão nos hospitais, teria que receber usuários com seus diversos problemas: hepáticos, AIDS, DST, Overdoses, etc...) , o Sr. Padilha finaliza com a conclusão que ele tirou sobre o BOPE, os usuários de drogas e o que ele chama de “Polícia Convencional”.

Vejamos abaixo:

- Os Policiais do BOPE odeiam os usuários de drogas e odeiam os Policiais Convencionais (os Policiais dos diversos Batalhões e Policiais Civis).

- Os Policiais Convencionais (denominação dada pelo Sr. Padilha), odeiam o BOPE, e tem algum apreço pelos usuários de drogas, pois assim, podem receber propinas e estabelecer o vínculo da corrupção.

Naturalmente o Sr. José Padilha bebeu o líquido da caneca ofertada pelo apresentador Jô Soares (fico me perguntando que tipo de chá é aquele), e despediu-se de todos, sendo bastante aplaudido...
E eu dormi?????? Nananinanão! Dentre tudo que pensei na noite insone, uma cumpri: só abri os Blogs agora na parte da tarde, afinal o Cel. Paúl poderia haver postado muita coisa, e estararia eu, novamente hipnotizada lendo o seu Blog. Imaginem...Sou uma senhora liberta! Aff!
Antes de terminar este texto devo fazer o "mea culpa": vi o filme TROPA DE ELITE.
Sim...Vi o filme, mas não comprei o DVD pirata: alguém comprou e me emprestou. Desta forma minha culpa fica um pouco diluída: é como se eu fumasse maconha, mas não comprasse com o traficante: alguém me ofertasse... Nossa! Qualquer dia me transformo em cineasta!
Mas sobre o filme, o que posso dizer é que: o Wagner Moura (Capitão Nascimento) foi escolhido por ser o galã do momento. Aquele por quem todos vibram!
Porque não um ator com características nordestinas, um negro, um pardo? Porque o Wagner Moura, este carismático e ótimo ator, que pode matar criancinha no papel de vilão, e ainda assim, será sempre aquele que é capaz de mexer com os hormônios de grande parte das almas femininas e quiçá masculinas?
Ah....Difícil não!!!!! Como o Cap. Rodrigo Pimentel (co-autor do filme), poderia ver-se retratado, se não por um galã?
Ora, ora! O Cap. Rodrigo Pimentel, já faz pose de Wagner Moura, já cerra os dentes e mexe os lábios como o ator. Naturalmente já tem uma intimidade enorme com os holofotes e câmeras...Quando é enquadrado por uma delas, lança aquele olhar...CREIO EM DEUS PAI!
Que pena ! "- Cap. Rodrigo Pimentel, o Sr. não tem carisma suficiente para passar "verdade": ainda é um ator canastrão!"

Ah...O link do Blog do Cel Paúl é:
http://www.celprpaul.blogspot.com/

Espero que o mesmo não fique bravo comigo, por citar tantas vezes o seu Blog, mas lá podemos ler artigos escritos por ele, suas considerações, e artigos de outros jornalistas e Policiais Militares.
Espero que nós, que somos a sociedade fluminense, tomemos coragem e comecemos a dar “viva” aos heróis da PMERJ: os que vestem azul, os que ficam no trânsito, os que trabalham dentro dos Batalhões, tentando fazer com que os Policiais Operacionais, Azuis ou Pretos, possam trabalhar: pois a máquina administrativa tem que andar, e sem quem a opere nada acontece. Nenhuma viatura sai à rua!

QUEM QUER FICAR SEM A PMERJ POR UM DIA SEQUER??????
SÓ A BANDIDAGEM MESMO!!!!!!


Um abraço,
CHRISTINA ANTUNES FREITAS

3 comentários:

Anônimo disse...

CRISTINA ANTUNES FREITAS,

QUEM ESCREVE HUMILDEMENTE É O PAI DO SAMPAIO, DESDE JÁ QUERO MANDAR UM FORTE ABRAÇO PARA O CEL FREITAS E ALÉM DESTE ABRAÇO DIZER QUE VOC~E FOI BRILHANTE NESTE COMENTÁRIO.MEUS PARABÉNS.
Somente nós que somos pais de Policiais Militares é que sabemos o que é ser Policial de Verdade e com Honestidade.

QUE O GRANDE ARQUITETO ABENÇOE VCS.

JOÃO MEIRELES SAMPAIO

MARIA CHRISTINA ANTUNES FREITAS disse...

Caro João:

Agradeço muito sua leitura do meu Blog, e creia é uma grande honra tê-lo como leitor.
Aproveiro a oportunidade para agradecer suas palavras sobre Camila.
Nosso anjo está certamente, enviando energias bastante positivas para todos nós!

Um grande e emocionado abraço,
CHRISTINA ANTUNES FREITAS

Anônimo disse...

CRISTINA ANTUNES FREITAS,


OBRIGADO POR SA RESPOSTA, FICO HONRADO.TENHO ESTADO COM OS PAIS DO COLEGA DE NOSSOS FILHOS O FRÓES ,NO RAMATIS,ELES MANDO LEMBANÇAS PARA VCS.
MAIS UMA VEZ UM FRTE ABRAÇS PARA O CASAL NOTA MIL E QUE O GRANDE ARQUITETO DO UNIVERSO OS ABENÇÕE.

SAMPAIO