segunda-feira, 22 de outubro de 2007

SUBTEN - (COMENTÁRIO SOBRE POSTAGEM)

Sr. SubTen, Boa Noite!

Tentei incessantemente manter um contato com o Sr. para poder fazer a publicação de seu comentário, enviado hoje ao meu Blog, mas parece que o sistema não responde emails para aqueles que postam sob "pseudônimo". O pior é que ainda por cima, enviam de volta um comunicado em inglês, idioma que não domino.
Gostaria muito de aceitar o seu comentário sobra a atual situação da PMERJ, somente tendo um "senão": que seria a nominação de uma pessoa de amizade pessoal, que na verdade acredito não haver necessidade de expô-la, até porque quando citada, foi somente como mera ilustração.
Acho que as opiniões divergentes quando enviadas de forma coerente e educada, devem ser colocadas em meu Blog, uma vez que o intuito do mesmo é também ser um fórum de debates e idéias.
Respeito sua posição em relação aos acontecimentos, e por conta desse respeito, gostaria de pedir que o Sr. postasse de novo o comentário, se possível, suprimindo a nominação da pessoa em questão.
Mesmo que o "sistema" me desse condições de suprimir o nome, não o faria, sem o seu consentimento. De qualquer maneira quando "aceito" o comentário, ele é editado integralmente!
Quanto ao seu cuidado que sua postagem possa "macular" o que escrevo sobre Camila ou Conservatória: não aconteceria isto! Neste Blog, pretendo postar qualquer assunto, desde que possa me expressar sem ofensas pessoais, etc. Ah...Camila adorava um debate!!!!

Aos outros leitores deste Blog, peço desculpas por colocar este apelo direto a um leitor específico, mas na verdade foi a única forma que encontrei para poder contactá-lo.
Meu amigo SubTen, me dê um retorno!

Hoje eu queria postar sobre Camila, Conservatória e Militares Estaduais, porém fiquei sem energia elétrica durante muito tempo, o que inviabilizou a postagem.

Um abraço,
CHRISTINA ANTUNES FREITAS


3 comentários:

subten disse...

Cara Christina, não me furtaria a atender um pedido de uma pessoa que, tenho visto, está preocupada com os acontecimentos da PMERJ e de seu futuro, portando novamente posto meu comentário, excluído o pequeno "senão": Como integrante da PMERJ sempre me vi feliz com seus comentários de apoio na blogosfera da segurança, sempre com opiniões inteligentes e muitas vezes "colocando o dedo na ferida", porém, lendo o blog do cel paul (leio pq temos que ficar de olho no inimigo)li o seu comentário acerca da campanha de solidariedade que ele está tentando emplacar. Permita-me tentar fazer com que vc veja a coisa por um outro ângulo: a idéia é maravilhosa e seria de muita valia pra essa pessoas que realmente necessitam, no entanto, ele parte de uma pessoa que não tem o menor interesse em ajudar essas pessoas, apenas fazer demagogia, aparecer como amigo, coisa que ele de maneira alguma o é. Postei lá a idéia de que o alto comando (todos os barbonos ocupam cargos das mais altas gratificações)abrisse mão das gratificações de comando em prol dessas pessoas, duvido que ele aceite meu comentário, duvido que ele compre a idéia, pq ele e os outros barbonos estão apenas interessados nas tais gratificações, que chegam em alguns casos ao dobro do salário deles. Já pensou pq eles não apresentam proposta de mudança nas leis, no estatuto, para que tais acontecimentos (viúvas e reformados com tais proventos)não se repitam? Já notou que falam da valorização do PPMM mas as fotos dos PPMM apenas suspeitos continuam aparecendo no jornal? Que continuam permitindo que os comandantes dos batalhões prendam o PM por 72 horas "para apurar os fatos", por mais risíveis que tais acusações sejam? Que o Rio Card é apenas uma forma do PM fazer segurança grátis pro pessoal da FETRANSPOR? Notou que no blog dos barbonos postaram condolências à família do Policial Civil morto na Favela da Coréia e nenhuma palavra sobre o PM morto na Cidade de Deus no dia seguinte? Que nenhuma autoridade do estado compareceu ao enterro do PM? Que não teve banda da PMERJ no enterro do PM, somente no enterro do Policial Civil? Christina não se ombreie a essas pessoas, vc é pessoa de boa índole, eles são ratos travestidos de benfeitores. Os Praças mais esclarecidos, mais instruídos estão revoltados com tais atitutes desses senhores, pois estão vilipendiando o nome da PMERJ, estão sucateando a PMERJ como nunca visto antes!!! E usam os blogs pra posar de bons-moços. Creia, eles são a escória, uma escória tão espúria como nunca antes vista na PMERJ. Não precisa publicar esse meu comentário, acho que iria trazer um clima não muito bom ao seu blog, que tem mostrado essa cidade maravilhosa que é Conservatória e o ainda mais maravilhoso sorriso de Camila. Só queria que vc vislumbrasse o que nós Praças estamos vendo e que não distribuísse seu apoio a essas pessoas, elas não merecem. PS.: aproveitei a oportunidade de reenviar o comentário para subtrair-lhe pequenas gafes de ortografia/gramática e acrescentar um parênteses explicativo. E grato pelo interesse pela minha PMERJ.

MARIA CHRISTINA ANTUNES FREITAS disse...

SUBTEN, Boa tarde!

Faço questão de aceitar o seu comentário, uma vez que acredito que o Blog é um local para debatermos idéias, colocarmos nossas insatisfações e também nossas alegrias. Por que não?
Na realidade não gosto de generalização. Se partisse para generalizar, quando sou ofendida em algumas Comunidades e Blogs por alguns Praças, teria que valer-me de uma coisa que detesto: preconceito.
Sim! Este mesmo preconceito que muitos colegas tem por eu ser mulher e mãe de Oficiais. Mas eu também sou tia de Praças...
Se eu levar ao pé da letra que todos os Coronéis possam ser "escória", estarei colocando este título em meu marido e inviabilizando a carreira de meu filho que espero: chegue ao posto máximo.
Acredito sim, que exista uma grande parcela de Policiais descontentes - para não usar outra palavra - com o Comando de seus Batalhões, com o Comando Geral, com o Governador, com a Corregedoria. Tenho certeza disso.
Mas será que se a proposta de beneficiar os Policiais e Familiares em situação difícil, viesse por parte das Praças, e pedíssemos aos mesmos que abrissem mão de seus triênios, de sua gratificação especial (não sei bem o nome: era ofertado a quem tivesse algum ato de bravura), do auxílio moradia: o pedido seria acatado?
SubTen: só posso com o tempo saber quem é quem. E esteja bem certo, caso eu não acredite mais nos Grupos ou pessoas, tenho livre arbítrio para mudar minha opinião, sem vergonha alguma disso. Acredito que "Pau que dá em Chico, dá também em Francisco".
Não estava no Rio quando do enterro deste Policial Militar mencionado, e aqui no interior não temos notícias do Rio e sim um apanhado de todo o Brasil.
Se realmente aconteceu como o Sr. me relata (não estou duvidando de sua palavra), acho repugnante e estranho.
Infelismente já fui à vários enterros de Colegas de meu filho, e sempre vi todo o aparato que de Comando, Salva de Tiros, etc.
Sabe, quando Camila faleceu, depois me contaram que ao cortejo passar muitos pensavam que se tratava de sepultamente de militar, tamanho o número de Oficiais e Praças abrindo caminho para seu sepultamento. Não sairá nunca de minha lembrança, o Ten. Bruno Lattanzi, desviando o trânsito à frente. Ten. Lattanzi, veio a falecer meses depois.
Fico um pouco triste por ver a PMERJ tão dividida, mas ao mesmo tempo esperançosa, pois a partir do momento em que estamos trocando idéias nos Blogs, é porque pessoas estão se expondo, coisa que no passado não acontecia.
Claro que vamos conversar mais...
Que Deus o esteja protegendo sempre!

Um abraço,
CHRISTINA ANTUNES FREITAS

subten disse...

Tem toda razão: a abertura dos debates nos blogs é um primeiro e grande passo para a melhoria da PMERJ e do CBERJ. Um espaço onde as pessoas podem colocar suas idéias, tomar conhecimento de outras idéias e, quem sabe, um dia se possa chegar a um denominador comum. Pena que muitos servem-se do anonimato para propagar boatos e ofender, e outros ainda servem-se desse anonimato para criar blogs e aboiar os fracos de mente. Quanto a "todos os coróneis serem escória", desculpe se de alguma maneira dei a entender isso, pois de maneira alguma tal frase reflete meu pensamento pois conheci muitos coronéis a quem pude confiar minha amizade fraterna, porém, sinceramente acho que estamos vivendo uma grande entressafra de bons nomes na PMERJ e volto a repetir, hoje, sintomaticamente, só se vê comandos interessados em se perpetuar nos cargos, visando tão somente suas gratificações, e nunca o bem estar da tropa ou da sociedade. Em relação aos Praças ou quaisquer outros abrirem mão de seus triênios, auxílio-moradia, etc, veja bem, tais benefícios são inerentes a TODOS os integrantes da ativa da PMERJ, e digo ativos pq dos inativos foi retirado o auxílio-moradia em mais um ato que não obteve a devida repulsa de nossos comandantes. Vejo isso como a clara demonstração de que só temos algum valor enquanto servimos, no sentido mais servil da palavra. À pecúnia, conhecida como gratificação faroeste por alguns, digo que embora algumas tenham sido dadas de maneira política, a maioria premiou PPMM que realizaram atos de real bravura, acima do que lhe foi confiado em seu santo ofício, e, se me disser qual cargo gratificado é pago por haver o coronel tido um ato excepcional em prol da sociedade, repenso o que escrevi e reescrevo agora.

Que Deus esteja convosco ┬