segunda-feira, 6 de julho de 2009

PEC-300/2008 - "É PRECISO PRESSÃO POPULAR !"

.
Amigos:
.
Conforme postado aqui no Blog, é minha intenção NOMINAR os Deputados Federais, seus Partidos e Origem, em relação a COMISSÃO ESPECIAL que trabalharia pela PEC-300/2008, e que deveria ser formada, conforme Ato do Sr. Michel Temer, Presidente da Câmara dos Deputados.
Como não consegui até agora os nomes da COMISSÃO ESPECIAL, que deveria estar constituída, mantive contato via email com a Câmara dos Deputados em Brasília, que divulgo abaixo:
.
.

MEU EMAIL À CÂMARA
ENVIADO EM 05/07/2009

Solicitação:

Srs.

Gostaria de poder ter acesso ao nome e Partido dos Deputados Federais que fazem parte da Comissão Especial da PEC-300/2008.
Tenho um Blog: http://christinaantunesfreitas.blogspot.com/ o qual mantenho informado aos Militares Estaduais sobre a PEC-300/2008, que é de inteiro interesse dos Policiais e Bombeiros Militares do Rio de Janeiro.
Estou encontrando bastante dificuldade em nominar os integrantes da Comissão, e conto com a ajuda dos Srs.
Sou cadastrada no site da Câmara, com a ************* .
.
Agradeço antecipadamente,
CHRISTINA ANTUNES FREITAS

.
RESPOSTA DA CÂMARA DOS DEPUTADOS
RECEBIDO EM 06.07.2009

.
.


Prezada Senhora Maria,

Obrigado por contatar o Centro de Documentação e Informação - CeDI da Câmara dos Deputados.

Em resposta à solicitação, informo que esta Proposta de Emenda à Constituição nº 300/08, está aguardando a Constituição de Comissão Especial. Os membros só serão indicados com a referida constituição.

Atenciosamente,

*****************************************************
Coordenação de Relacionamento, Pesquisa e Informação – Corpi
Centro de Documentação e Informação – Cedi
Câmara dos Deputados – Anexo II
Praça dos Três Poderes – Brasília – DF
70160-900
Tel.: 0-XX-61- 3216-5777; fax: 0-XX-61- 3216-5757
informa.cedi@camara.gov.br
*****************************************************



Então, conforme exposto acima, insisto que somente com bastante pressão popular, inclusive enviando emails para o Site da Camara dos Deputados, é que conseguiremos que a PEC-300/2008, siga sua tramitação normal e que possa logo ser levada ao Senado.
.
Somos sabedores que há um grande Lobby para que a PEC-300/2008, não seja aprovada, pois não é vontade comum à muitos, que os Militares Estaduais sejam remunerados decentemente, inclusive os Inativos, em conformidade com a PEC-300/2008 de autoria do Sr. Deputado Federal ARNALDO FARIA DE SÁ-PTB/SP, tendo como Relator o Deputado Federal MENDONÇA PRADO-DEM/SE.
.
Então, vamos fazer a nossa parte!
.
.
Abraço fraterno,
.
CHRISTINA ANTUNES FREITAS

9 comentários:

Anônimo disse...

Faremos a nossa parte.
Obrigado pelo seu incentivo e sua iniciativa!

Cel Rosette

CHRISTINA ANTUNES FREITAS disse...

Cel. Rossete!

Tenho certeza que o Sr. realmente "fará a sua parte", até porque com sua determinação e ética, é motivo de orgulho daqueles que lutam por uma vida digna para os Militares Estaduais!

Abraço fraterno,
CHRISTINA ANTUNES FREITAS

Anônimo disse...

Vamos gente vamos lutar juntos, e mostrar que unidos podemos lutar por nossos direitos.Afinal somos muitos e não somos fracos se quizermos daremos uma resposta a quem precisa.

policia civil disse...

Aqui no sul, estamos divulgando pec300/08 e 340/09.

CHRISTINA ANTUNES FREITAS disse...

Srs.

Agradeço muito a divulgação e o incentivo aos colegas de classe, e fico bastante feliz em saber que no Sul, os Policiais Civis estão lutando pela PEC-300/2008 e a PEC-340/09, que creio ser sobre a Polícia Civil. Vou procurar inteirar-me sobre a PEC-340/09 para poder divulgar!

Abraço fraterno,
CHRISTINA ANTUNES FREITAS

cleison disse...

PEC 300 SENSACIONALISMO/POPULISMO OU REALIDADE:
É lógico que a proposta de melhorar os soldos/vencimentos de milhares de "soldados e cabos- soldados e cabos somente, e em alguns lugares, sargentos" miseráveis neste imenso Brasil, onde suas mais de 1000 cidades, as vezes possuem renda por habitante menor que um salário criaria grande alvoroço, entretanto clareia-se a realidade; toda proposta que acarrete aumento de vencimentos considerável nos estados deverá ser compatível com a lei de responsabilidade fiscal 101/2000 que também é prevista constitucionalmente, onde proíbe o majoramento sem prévia previsão -deve dizer de onde virá o dinheiro- ou seja deverá então ter uma nova emenda constitucional-PEC- para o caso exclusivo dos MEs- que também seria inconstitucional -princípio da igualdade- e a pergunta: os Estados brasileiros que não conseguem fechar suas contas como arcarão com isso? o governo federal que pagará ? pela lógica será federalizar todas as polícias MEs!! aí sera outra PEC, mais uma!!! melhor seria acabar com as diferenças exorbitantes entre os salários de soldados e oficiais dentro Estados otimizando seus recursos e garantindo a dignidade da grande maioria que trabalha, pois no Brasil "Há castas até dentro das polícias MEs" que impedem que elas sejam vistas como "agentes de segurança" mas sim como soldado, cabo e sargento e lá encima o "oficial" criando um aparato caro e burocrático que favorece somente a criminalidade; melhor e mais correto ainda e mais ousada seria a UNIFICAÇÃO DE TODAS AS POLÍCIAS -CIVIL, MILITAR E BOMBEIROS MILITARES, ONDE SERIA UMA FORÇA UNIFICADA DEMOCRÁTICA E MODERNA VOLTADA PARA A ASSISTÊNCIA E A SEGURANÇA DA SOCIEDADE, mas aí "iria de encontro a fidalguia dos interesses do oficialato brasileiro viciados no ócio e nas regalias" seria uma verdadeira revolução na segurança publica do Brasil e com certeza estaria ao alcance dos estados vamos a PEC da UNIFICAÇÃO!!!

cleison disse...

PEC 300 SENSACIONALISMO/POPULISMO OU REALIDADE:
É lógico que a proposta de melhorar os soldos/vencimentos de milhares de "soldados e cabos- soldados e cabos somente, e em alguns lugares, sargentos" miseráveis neste imenso Brasil, onde suas mais de 1000 cidades, as vezes possuem renda por habitante menor que um salário criaria grande alvoroço, entretanto clareia-se a realidade; toda proposta que acarrete aumento de vencimentos considerável nos estados deverá ser compatível com a lei de responsabilidade fiscal 101/2000 que também é prevista constitucionalmente, onde proíbe o majoramento sem prévia previsão -deve dizer de onde virá o dinheiro- ou seja deverá então ter uma nova emenda constitucional-PEC- para o caso exclusivo dos MEs- que também seria inconstitucional -princípio da igualdade- e a pergunta: os Estados brasileiros que não conseguem fechar suas contas como arcarão com isso? o governo federal que pagará ? pela lógica será federalizar todas as polícias MEs!! aí sera outra PEC, mais uma!!! melhor seria acabar com as diferenças exorbitantes entre os salários de soldados e oficiais dentro Estados otimizando seus recursos e garantindo a dignidade da grande maioria que trabalha, pois no Brasil "Há castas até dentro das polícias MEs" que impedem que elas sejam vistas como "agentes de segurança" mas sim como soldado, cabo e sargento e lá encima o "oficial" criando um aparato caro e burocrático que favorece somente a criminalidade; melhor e mais correto ainda e mais ousada seria a UNIFICAÇÃO DE TODAS AS POLÍCIAS -CIVIL, MILITAR E BOMBEIROS MILITARES, ONDE SERIA UMA FORÇA UNIFICADA DEMOCRÁTICA E MODERNA VOLTADA PARA A ASSISTÊNCIA E A SEGURANÇA DA SOCIEDADE, mas aí "iria de encontro a fidalguia dos interesses do oficialato brasileiro viciados no ócio e nas regalias" seria uma verdadeira revolução na segurança publica do Brasil e com certeza estaria ao alcance dos estados vamos a PEC da UNIFICAÇÃO!!!

Anônimo disse...

gostaria de que tão logo a PEC fosse votada, divulgassem os nomes de que foi a favor e contra respectivamente, para que houvesse uma mobilizaçao no sentido de apoiar ou não estes parlamentares, em todo o BRASIL.

CHRISTINA ANTUNES FREITAS disse...

Sr. Anônimo das 20:34 hs:


Realmente minha idéia é essa, colocar os nomes dos Parlamentares que disserem SIM, e o nome dos que disserem NÃO.

CORDIALIDADE É UMA VIA DE DUAS MÃOS!

Abraço fraterno,
CHRISTINA ANTUNES FREITAS