quinta-feira, 21 de agosto de 2008

MINHA FLOR DE MARACUJÁ: 22 ANOS !!!!















.
.
Estou desde ontem pela manhã sentada ao computador, vendo e revendo fotos suas, de Gustavo e de nossa família.
.
Enfim: revendo nossos momentos felizes!
.
A segunda foto (esquerda da tela) foi feita no dia em que você chegou em casa: 26.08.1986.
.
O susto de seu irmão diante de um bebê tão frágil, fica bem explícito em sua fisionomia espantada da fotografia.
Gustavo vivia pedindo um irmão ou irmã. Ao ver a concretização de seu sonho, começou a desconfiar que havia exagerado nos pedidos. Afinal aquele bebê chorava, mamava o dia inteiro e, naturalmente, o tempo antes totalmente dedicado a ele, ficava prejudicado.
.
Mas era bem interessante notar que nosso Gustavo apesar de haver ficado um pouco enciumado com tantos presentes e mimos que você recebia, não admitia que ninguém a pegasse no colo. Uns dois dias depois de sua chegada disse-me: - "Vai deixando todo mundo pegar a Camila... Depois ela vai ficar doente: cheia de "pereba"!!!!
.
Não sei de onde ele tirou a palavra "pereba", mas como desde um ano e meio já frequentava "Escolinha", deve ter ouvido por lá.
Na realidade Gustavo achava que somente ele poderia pegá-la... E eu só de olho: afinal lembrava sempre o que sua tia Angélica (nossa caçula) sofreu comigo e com seu tio Evandro.
.
O tempo passou e as brigas e implicâncias entre irmãos era a tônica da casa. Quando você falava errado suas primeiras palavras, seu irmão rolava de tanto rir... E pedia para que você Mimi, repetisse.
Claro meu amor, que você pagou vários micos com essa mania de seu irmão. Palavras faladas com erro e que saíam com duplo sentido, então... Uma farra para nosso Gustavo!
.
A infância foi caminhando. Eu com aquela mania de que criança e adolescente deveriam ter o dia ocupado. Então, corria de um lado para outro com você entre Escola, Ballet, Cursos, etc...
Sempre gostei de dividir o tempo de vocês. Acredito que cheguei a exagerar, mas nada que me arrependa hoje. Afinal, criei filhos que não me deram trabalho. Naturalmente se dessem: um, dois, três... e o chinelo cantava!
.
Ah, meu amor... Que saudade!
Que vontade de te abraçar, te desejar felicidades, de fazer brincadeiras com você por causa do aniversário! Era uma farra!
Telefone tocando a toda hora, e você imensamente feliz!
.
Quantos planos você tinha para o ano de 2006... Como você queria poder concretizar o amor, mesmo que ele fosse somente "infinito quanto durasse"...
.
Este olhar da primeira foto (lado direito da tela), era seu olhar de alegria serena... Olhar de esperança! Olhar de quem queria um futuro muito bom para nossa família. E tenho certeza absoluta que estávamos, eu e seu pai, inclusos em seus planos... Conversamos tanto sobre isto!
.
Sempre acreditei que haveria um momento em que seria natural a sua ruptura física conosco. Afinal, você deveria ter a sua independência!
Ou você teria sucesso profissional e compraria sua casa - quem sabe casaria - ou talvez fosse morar em outro Estado ou País...
Porém eu sempre fui voto vencido em sua conversa. Seu plano era: ir para o interior (perto do Rio de Janeiro), comprar uma casa bem grande para que pudéssemos viver com bastante liberdade.
.
Mas Mimi, eu sempre ponderava, não é? - "Camila, e se você se casar e o rapaz não quiser sogros por perto?"
.
Você já tinha sempre a resposta pronta: - " Quem não gostar de vocês, não gosta de mim... "
.
Ao final chegávamos a conclusão que deveríamos comprar um terreno enorme e construir duas casas separadas apenas pela ... piscina! Como sonhávamos...
Eu, mais do que ninguém, sei que muitas vezes quando o amor e um companheiro chegam, esses planos costumam acabar. Afinal: são somente sonhos...
.
Você minha flor, chegava a montar seu horário de trabalho que não deveria passar das dezenove horas. Afinal, no verão você poderia relaxar à beira da tal piscina até tarde!
.
Sonhamos muito... Mas, como diz uma amiga: -"Fazemos planos mas não combinamos com Deus!"
.
Hoje meu amor, estou aqui na madrugada esperando sentir um aroma de Camila... Sei que é bem difícil que isto aconteça, mas... continuo sonhando!
.
Não tenho dificuldade em vislumbrar a sua forma física hoje, aos vinte e dois anos. Você continua linda!
Mãos finas, pele e cabelos macios, hálito fresco. Ah...TPM todo mês!
Tudo bem...Só dois ou três dias de olhar apertado... Uma "fera" pronta para o ataque! Mas, nunca deixei que a tal TPM a transformasse em uma "tirana por uns dias", afinal convivemos em Sociedade!
.
Sinto falta de tudo meu amor... Até da sua TPM !
.
Não vou deitar hoje: quero ver o amanhecer! Quero poder sentir esperança ao escutar os pássaros. Quem sabe não acabo pensando que você é um deles, que veio me visitar?
.
Espero que o "Grande Arquiteto do Universo", que resolveu levá-la tão cedo, possa estar te guiando no Caminho da Prosperidade Espiritual.
E você minha Flor de Maracujá, receba meu abraço amoroso! Meu beijo saudoso e as minhas lágrimas que são puramente de saudade...Nada mais!
.
Meu amor por você é
.
"incondicional".
.
Que Deus ao tirá-la de nosso convívio diário, possa ter tido um bom motivo e ótimos planos para sua Existência Espiritual!
.
Ufa! Tenho que admitir: Deus é Deus e...PRONTO! Tenho que tentar aceitar!
.
.
Parabéns meu amor...
.
Vamos nos encontrar:
.
palavra de Christina!
......
Um grande beijo...
..
Da mamãe,
.
CHRISTINA ANTUNES FREITAS

2 comentários:

Anônimo disse...

Eu achei o seu blog sem querer, não resisti e li tudinho que aqui está escrito. O que eu mais gostei foi do final desse texto quando você diz "Deus é Deus e pronto", essa é a mais pura verdade. Nós temos o hábito de qustionar Deus, principalmente nos momentos de perda, como humanos queremos explicação para todas as coisas, mas se repararmos Deus faz conosco a mesma coisa que fazemos com nossos filhos, quando tiramos algo de nossos filhos que eles muito gostam ou não deixamos eles fazerem algo, a primeira coisa que ouvimos é "Mas por que mamãe?" ou "por que pai?", o filho nunca consegue ver a visão do pai, acha que o pai é mau, que não gosta dele e o pai por sua vez não faz questão de perder tempo explicando para o filho o porque de tudo porque ele sabe que um dia ele vai entender. A mesma coisa somos nós com Deus, questinamos "Porque Deus? porque Deus?" e ele simplesmente se cala, ainda que doa a perda, ainda que choremos, faz isso porque sabe o melhor para nós.
Antes de ler o seu blog eu estava estudando inglês e valeu a pena eu parar de estudar para ler seus textos, as vezes precisamos parar e pensar, para que vivemos? Se Deus te falasse: minha filha eu preparei duas grandes benções pra você, mas tem um porém, uma dessas benções eu vou ter que retirar de você depois de um tempo, na verdade eu vou te emprestá-la pra você amadurecer e saber o que amor, mas vc escolhe, você quer receber o meu presente mesmo sabendo que vou ter q retira-lo de você ou você prefer ter os filhos que eu te darei para que cuides? Qual seria sua resposta? A pouco tempo perdi minha vó, era uma pessoa muito importante na minha vida e até hoje vejo algumas pessoas da família questinando Deus por isso, eu sinto falta dela, mas o meu sentimento hoje é de gratidão pelos anos que passei com minha vó, pelas coisas que aprendi com ela.
Bom, não sei por que estou escrevendo essas coisas mas tudo tem um propósito, seu blog foi essa noite um canal de Deus pra minha vida.

Te desejo força e ânimo e parabéns pela sua linda família.

Beijos,

Érika Gonzaga

MARIA CHRISTINA ANTUNES FREITAS disse...

[b]Érika!

Já são quase três horas da manhã e estava revisando o que estou desde 2006 escrevendo sobre Camila: que foi a semana que antecedeu seu coma e os 33 dias de internação até a sua passagem no dia 02.02.2006.
Claro que quando cheguei na semana final parei de contar fatos concretos e vou continuar com uma ficção.
Deus teve lá os motivos dele para nos tirar Camila daqui, mas eu não me sinto em condições de repetir a sua "morte". Nesse pretenso livro que estou tentando fazer para dar aos amigos que muito nos ajudaram e continuam ajudando, minha filha sairá do leito do Hospital,indagando por onde anda a "chapinha" pois estava com o cabelo horrível!
Coisas de Camila!
Vou, como dizia minha avó, florear bastante este final.
Mas como falei, estava fazendo a revisão e resolvi parar para ler meus emails.
Tenha certeza: foi uma grande satisfação ter seu comentário.
Acredito muito nas pessoas que conseguem nos ver de longe: normalmente as opiniões ficam menos passionais!
Te agradeço muito e saiba: minha madrugada está mais feliz!

Um abraço,
CHRISTINA ANTUNES FREITAS