sábado, 5 de abril de 2008

CONCLUÍDO: DEVO SER MALUCA MESMO !!!



Já me deparei com pessoas que me olham com um olhar desconfiado, do tipo:

- Hum... Essa aí deve ser meio maluca!
- Coitada... Não absorveu bem a morte da filha!
- Ah! Liga não! Ela é um tanto maluca, e como nada tem a fazer, fica escrevendo por aí!

Pois é. Está concluída por mim mesmo a pesquisa sobre a desconfiança das pessoas sobre a minha dor: sou maluca mesmo!


Imagine que pelo menos uma noite passei aterrorizada com a notícia do homicídio cometido contra a pequena Isabela em São Paulo. Não consegui dormir torturada pelo pensamento que me vinha à toda hora: o sofrimento da menina e naturalmente de sua mãe.

Tenho ficado cada dia mais horrorizada com as notícias sobre a perícia feita no local, que dá conta de manchas de sangue dentro do elevador, no carrinho do bebê irmão da menina brutalmente assassinada.
Outros detalhes periciais me apavoram: que a menina sofreu asfixia mecânica, que sofreu uma pancada na cabeça, que foi jogada da janela possivelmente sendo segura pelos pés, caindo em queda livre.

O que pode ser mais brutal do que isto? O que pode ser mais aviltante do que o sofrimento dessa menina e de sua família, particularmente a mãe?

Para mim, dolorosamente aviltante tem sido a maneira com que a mãe da pequena Isabela tem encarado o assassinato de sua filha.

Hoje durante entrevista ao Jornal de TV, a mesma disse que “não quer sofrer, apenas sentir saudades”.
E mais! Disse "que não estava triste, e que comemoraria o dia de hoje (que é o aniversário dela) da melhor maneira possível”.


Então maluca sou eu!

Não é possível que essa moça não sinta pelo menos indignação pelo modo ou motivo pelo qual sua filha foi morta!


Não foi um atropelamento!
Não foi uma bala perdida!
Foi um cruel assassinato!

Não é concebível que a mesma tenha disposição de falar aos repórteres e às pessoas que a procuram para externar apoio, com sorrisos e de maneira tal, como se o fato fosse uma coisa bem normal.
Que Isabela simplesmente terminou seu tempo na Terra!


Por mais inserida que eu esteja dentro da Doutrina da Religião que pratico, que é o Espiritismo Cristão baseado nas Codificações de Kardec e no Evangelho de Jesus, não posso imaginar que alguém não sinta-se violentado com o que aconteceu com a menina.

Ah, Deus!

Essa mãe tem uma calma constrangedora. Uma calma que dói em outras mães...

Naturalmente alguém há de levantar a questão: - a ficha dela ainda não caiu!
Já deu para cair...
Tanto deu que a mãe de Isabela esta semana foi ao colégio que a filha freqüentava para apanhar seu material, e mais uma vez nenhuma lágrima.
Sim...Somente na Missa de 7º Dia essa moça verteu algumas lágrimas em público.
Não quer sofrer... Vai levar sua vida da melhor maneira possível, como disse à TV!

- PARE O MUNDO QUE EU QUERO DESCER!!!

Se a tal “ficha” dessa moça ainda não caiu, que alguém da família tome providências para que isso aconteça!
Ou a mãe de Isabela está em fuga da cruel realidade, ou atingiu um grau de entendimento não compatível com a dor de uma mãe!
E caso isso tenha ocorrido, quem sabe ela é normal?


Maluca sou eu, Maria, Ivanisa, Rachel, Regina, Leila, Sofia...

Que Deus possa olhar por essa moça, porque algo de muito incomum está acontecendo com ela!


Um abraço,
CHRISTINA ANTUNES FREITAS



8 comentários:

Ethel disse...

Eu também estou muito incomodada com o estranho conformismo daquela mãe. Chega a ser revoltante ela não demonstrar tristeza diante de tal situação. Talvez não seja correto julgarmos as pessoas, seus sentimentos e atitudes, porém quem é mãe, sente uma dor mais profunda. Nós que nem conhecemos a criança, ficamos chocadas com o crime!? É intrigante vê-la tão calma. Mesmo os pais do Yves Ota, que hoje atingiram um grau de conformismo, na época eles ficaram revoltados com a morte do filho. E isso até agora não vi na Ana Carolina. Espero que estejamos enganadas, pois do contrário, a Isabela não tinha ninguém por ela nesse mundo, nem a própria mãe!

Silvia Gomes disse...

Sra. Christina,

Sou mãe e como tal não consigo sequer imaginar minha vida sem um dos meu garotos, não me passa pela cabeça inverter a ordem natural das coisas. Reconheço que cada um tem seu tempo terreno a ser cumprido, mas não dá para se conformar rapidamente com um ato de tanta brutalidade, principalmente em se tratando de um filho. Ontem estava trabalhando e não assisti à entrevista da mãe da menina e só hoje pude lê-la no jornal, tamanha foi minha surpresa com a falta de indignação e excesso de conformidade dessa mãe que reagi em voz alta chamando a atenção de meu marido e filhos. Resolvi que iria postar no meu blog a minha surpresa e como faço todos os dias, antes dei um giro e li sua postagem com a qual concordo em gênero, número e grau. No meu trabalho vi mães perdendo seus bebês prematuros, já desenganados pelos médicos, reagirem com muito mais fervor. Realmente alguém precisa ver o que acontece com essa moça, é serenidade demais para ser considerada normal! A sra não é louca, nem chega perto disso, loucos são os que tiram o direito de uma mãe de chorar seus filhos perdidos na hora que elas precisem.

MARIA CHRISTINA ANTUNES FREITAS disse...

Sras. Ethel e Silvia Gomes:

Vejo que o espanto e constrangimento não é só meu.
Agradeço os comentários.
E o que podemos fazer?
Acredito, que orar para que a pequena Isabela esteja certamente nos braços do Senhor.
E Sílvia, não deixe de escrever, o assunto precisa ser desabafado!

Um abraço,
CHRISTINA ANTUNES FREITAS

Anônimo disse...

EXISTE MAES E MAES.
TENTE ENTENDER COMO VOCE DESEJOU A TEVE A SUA FILHA E COMO É O SEU CASAMENTO.
AGORA OLHE A DELA, TENHA PIEDADE DELA, ELA NÃO SABE O QUE DIZ, MAS VOCE SABE, VOCE SENTE A DOR, ELA NÃO TEVE ESA OPORTUNIDADE DE DESEJAR E CONSEGUIR.
QUERIDA CHRISTINA, TENHA PIEDADE DE UMA POBRE MENINA QUE NÃO TEM CONCIENCIA DO QUE DIZ, SE ELA FOSSE UMA MÃE COMO VOCE FOI, ELA DIRIA AQUILO NA TV? PIEDADE CRISTINA, TEM GENTE QUE NÃO SABE O QUE DIZ.
TEM MÃE QUE NÃO SABE O QUE É MÃE.
TEM MULHER QUE NÃO SABE O QUE É HOMEM.
TEM FAMILIA QUE NÃO SABE O QUE É FAMILIA.
TENHA PIEDADE CHISTINA ELA NÃO SABE O QUE DIZ.
TENHA PIEDADE CHISTINA.

EU TAMBÉM SOU MALUCO, MALUCO POR JUSTIÇA, MALUCO POR TER NASCIDO MALUCO, MAS SOU MUITO MAIS MALUCO QUANDO PENSO O PORQUE SOU MALUCO.
QUERIDA AMIGA CHISTINA.

SOU MALUCO POR JESUS, SOMENTE POR JESUS.
PEÇO HUMILDEMENTE A VOCE AMIGA VIRTUAL, TENHA COMPAIXÃO DESTA POBRE IRMÃ, ELA NÃO SABE O QUE DIZ.

EXLUA ESTA POSTAGEM, VOCE NÃO MERECE SE EXPOR ASSIM.

JESUS ESTÁ CONTIGO, PIEDADE AMIGA.
JESUS TE CONFORTE SEMPRE E TE DE A PAZ QUE VOCE EXPOE ALMEJAR.

COM AMOR DE UM AMIGO VIRTUAL.

PRAÇA MILITAR
CIDADÃO BRASILEIRO PLENO.

MALUCO POR JESUS.

Anônimo disse...

Sra Christina, sou policial civil, já vi outras mães serem vitimadas por desgraças similares e só tenho uma opinião a expor: ela ainda está em estado de choque. Não cabe a ninguém avaliá-la pelo que diz agora, apenas rezarmos por ela.

MARIA CHRISTINA ANTUNES FREITAS disse...

Sr. Anônimo, Policial Civil:

Agradeço o comentário em meu Blog.
É sempre bom termos alguém com o olhar mais profissional sobre o assunto, pois no meu caso, escrevi como mãe que perdeu uma filha.
E naturalmente as companheiras que fizeram comentários, são mães, e como tal expressaram suas opiniões.
Rezemos e vamos esperar que a justiça terrena faça sua parte!

Um abraço,
CHISTINA ANTUNES FREITAS

MARIA CHRISTINA ANTUNES FREITAS disse...

Ao amigo Maluco por Jesus:

Também amo Jesus, mas por amá-lo muito, sei que devemos respeitar aqueles que divergem de nossa postura.
Este respeito tenho pelo Sr., e peço para mim e para todos aqueles que tem opinião contrária a sua.
De certa forma entendo sua postagem, agradeço as palavras carinhosas (se todos que discordam de mim, fossem educados como o Sr., seria maravilhoso), mas minhas desculpas: não vou retirar meu artigo.

Um grande abraço, e obrigado!
CHRISTINA ANTUNES FREITAS

MALUCO POR JESUS disse...

TUDO A SEU TEMPO.

DEUS ILUMINE VOCÊ.

MALUCO POR JESUS

PRAÇA MILITAR
CIDADÃO BRASILEIRO PLENO.

PS. O LIVRE ARBITRIO NOS DA ESSE DIREITO DE EXPOR NOSSOS PENSAMENTOS E AS PALAVRAS PODEM SER APAGADAS OU REESCRITAS, A PAZ INTERIOR SOMENTE ACONTECE QUANDO CONSEGUIMOS CONTROLAR NOSSA MENTE.

A REVOLTA INTERIOR APENAS NOS FERE POR DENTRO NO CORPO E NA ALMA.

JESUS É A LUZ DO MUNDO, PRATICANDO SEUS ENSINAMENTOS SEREMOS FELIZES.

SOU MAIS REVOLTADO DO QUE VOCÊ AMIGA, MAS EM MINHA REVOLTA SEMPRE LUTO PARA CIMA, OS QUE ESTÃO EM BAIXO NÃO PRECISAM DE MINHA REVOLTA, APENAS DE MEU AMOR.

PAZ A VOCÊ E SUA FAMÍLIA.