sexta-feira, 16 de outubro de 2009

PEC-300/2008 - DEP. MENDONÇA PRADO-DEM/SE - "AUDIÊNCIA PÚBLICA NA ALESE" - PORQUE NÃO HÁ UMA "AUDIÊNCIA PÚBLICA" NO RIO DE JANEIRO - ALERJ?

 

Amigos:

Recebi o email da Assessoria do Deputado Federal MENDONÇA PRADO-DEM/SE, com a seguinte comunicação, que faço alguns grifos:

 

de Mendonça Prado <mendoncaprado.sergipe@gmail.com>
para
data16 de outubro de 2009 08:22
assunto Piso nacional militar será debatido em audiência pública na Alese
enviado porgmail.com
assinado porgmail.com

ocultar detalhes 08:22 (2 horas atrás)

Piso nacional militar será debatido em audiência pública na Alese

A PEC 300/08 - Proposta de Emenda à Constituição, que tramita na Câmara dos Deputados com o objetivo de regulamentar o piso nacional para todas as corporações militares do país equiparado à remuneração paga à corporação militar do Distrito Federal, será tema de audiência pública, a partir das 17h do dia 30 de outubro, no plenário da Assembléia Legisaltiva de Sergipe, por iniciativa do deputado federal e relator da proposta, Mendonça Prado (Democratas/SE), com o intermédio do estadual Antônio Passos (Democratas/SE).

A PEC 300/08 é de autoria do deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PTB/SP) e beneficia PM, BM, ativos e inativos.
Mendonça Prado explica que a audiência tem o objetivo de dar conhecimento público e debater com a população os efeitos da implantação na qualidade da segurança pública nacional.

"Queremos uma polícia militar unificada, com direitos e condições de trabalho iguais porque marginal não respeita limite territorial. Além da melhoria na qualidade de vida dos integrantes da PM, BM, ativos e inativos, o maior benefício será a melhoria das condições de segurança nos Estado", argumentou o deputado.

 
O parlamentar sergipano foi relator da proposta na Comissão de Constituião e Justiça e, atualmente, é secretário na Comissão Especial da PEC 300/08 na Câmara de Deputados, mobilizando o relator-presidente, deputado federal Major Fábio (PB) e o deputado federal Capitão Assumção (ES) a participarem das manifestações em Aracaju.

 
O evento acontece logo após a caminhada de mobilização, convocada pela Associações Unidas da Polícia Militar de Sergipe, com concentração prevista para às 14h na Praça da Bandeira, prolongando-se até as imediações da ALESE.

 
Com a realização da audiência pública, Mendonça Prado atende às reivindicações dos representantes da PM/SE, através da ASPRASE, presidida pelo sargento Anderson Araújo; e dos gestores da Caixa Beneficente da PM/SE, sargentos Jorge Vieira e Cerqueira.

Eliz Moura  -  Jornalista

.

Creio que o Estado do Rio de Janeiro, está em caráter de urgencia, precisando de uma AUDIÊNCIA PÚBLICA NA ALERJ, para que Deputados   Federais    da   COMISSÃO ESPECIAL da PEC-300/2008, possam,  tal qual o Deputado Federal Mendonça Prado-DEM/SE, explicar a todos a PEC-300/2008, sua Tramitação, suas Emendas, enfim, dar  respostas a tantas indagações, sobre a Proposta de Emenda à Constituição em pauta.

Já ouvimos um pouco o Dep. Fed. Arnaldo Faria de Sá, o Dep. Fed. Major Fábio,  o Dep. Fed. Capitão Assunção e alguns outros Parlamentares , mas  não  em   ambiente propício a um amplo debate sobre todas as possibilidades da PEC-300/2008.

Precisamos  debater    ponto a ponto , inclusive,  a  existência  da possibilidade da mesma    ser   contestada  pelos Executivos dos Estados,   e  assim ,    ser  arguida sua  "Constitucionalidade"  pelo  STF.

Creio que o Dep. Federal MENDONÇA PRADO-DEM/SE, como  a bastante tempo vem   dedicando-se  ao   esclarecimento , principalmente, das Entidades de Classe dos Estados do Norte e Nordeste sobre a  PEC-300/2008, ser um Parlamentar que  com bastante desenvoltura, poderia fazer este amplo debate na ALERJ !

Certamente o nome do Parlamentar, fica a critério daqueles que devem fazer o chamado! Apenas creio ser um bom momento, para que pela primeira vez, possamos escutar o Dep. Mendonça Prado no Estado do Rio de Janeiro!

.

O RIO DE JANEIRO  NECESSITA,

URGENTEMENTE,

DE EXPLICAÇÕES MAIS PRECISAS

SOBRE A  PEC-300/2008 !

.

.

Abraço fraterno,

CHRISTINA ANTUNES FREITAS

5 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns por nos ajudar a divulgar a PEC 300/2008, precisamos muito da sua ajuda. Obrigado.

Ana Maria disse...

OLÁ CHRISTINA.

CONCORDO CONTIGO, TANTO QUE MÊS PASSADO ENVIEI UM E-MAIL AOS DEPUTADOS FEDERAIS PELO RJ PARA QUE ELES SOLICITASSEM UMA AUDIÊNCIA PÚBLICA EM NOSSO ESTADO PARA ESCLARECIMENTOS A RESPEITO DA PEC 300/08 COMO OS PARLAMENTARES DE OUTROS ESTADOS ESTAVAM FAZENDO.
A ÚNICA RESPOSTA QUE OBTIVE FOI DO GABINETE DA DEPUTADA ANDREIA ZITO.
OS DEMAIS PARECERAM NÃO SE IMPORTAR MUITO COM A SOLICITAÇÃO. NÃO SEI SE AINDA HÁ TEMPO PARA SOLICITAR UMA AUDIÊNCIA PÚBLICA NO RJ, O FATO É QUE NÃO A TEREMOS.

ABÇ,
ANA MARIA

MMAI disse...

DIA TERRÍVEL!

Hoje não só a cidade do Rio de Janeiro, nem o Estado do Rio, nem Só a PMERJ, mas milhões de pessoas de vários locais do mundo tomaram conhecimento do fato trágico ocorrido com nossos amigos do GAM. Desde que fiquei sabendo, dez e pouco da manhã sai de casa e fui pro GAM com meu marido, acompanhar os fatos de perto, e vê se eu poderia ser útil em alguma coisa. Graças a Deus pude ajudar a Ten. Roberta, e a Ten. Rhaddour receber as famílias dos POLICIAIS MORTOS E FERIDOS no doloroso episódio. É impressionante como achamos força na hora certa pra tentar acalmar, acalentar, amenizar o sofrimento das famílias e amigos, se como amigos, conhecidos ou não, a gente sofre, e tem vontade de gritar o nosso sofrimento, a nossa dor. Perdemos dois POLICIAIS, dois jovens policiais, um era recém casado, o outro deixou uma filhinha que vai completar um aninho, e já sem pai. É doido, toca na alma, você olhar aquela criança apontar com o dedinho para aquela aeronave em que seu pai HERÓI, deu a vida por nós. É inexplicável escutar daquela criança, que não pronuncia quase palavra alguma, a palavra ACABOU. Pode parecer loucura, devaneio, mas escutei isso. Me arrepia até agora lembrar disso. Talvez pelo fato d aquela menininha frágil ta agarrada a mãe todo o tempo, e escutando os adultos por perto pronunciar tal palavra, também o fez “ACABOU”. E na verdade vidas foram interrompidas, como a do cabo Patrício que se encontra até agora vivo, e que só por um milagre pode ser salvo. Acabei de falar com a esposa dele a cinco minutos atrás, pois ela com sua família que mora em Santa Cruz, foi até o hospital no fundão, e voltaram pra casa com aquele pingo de esperança, que pode ter alguém, em uma circunstancia como essa!
É triste ver homens fardados, que dão a vida por nós, chorarem como crianças precisando de colo, ao verem chegar na sua UNIDADE os destroços daquela aeronave, em que vidas se perderam, onde combatentes foram abatidos, metralhados, e onde eles por um salário miserável arriscam suas vidas. É triste saber que podemos ter uma melhor qualidade de vida, mas que os que deveriam nos ignoram. É triste ver que nos mesmo nos ignoramos, pois nos calamos, e aceitamos os nossos direitos em não ter direitos. É TRISTE SERMOS COVARDES E NÃO LUTARMOS POR NOSSA OMBRIDADE E DECÊNCIA!
Até quando vamos ficar de braços cruzados esperando que alguém faça por nós, o que deveríamos fazer, REIVINDICAR? Bom, por hoje fiz a minha parte, tentei dar um ombro a quem precisava, tentei ser solidária, tentei não deixar as lagrimas rolarem, pois precisava ser forte. Passei 7horas e pouco dentro do GAM, até ver ir embora o ultimo familiar daqueles POLICIAIS, amados e queridos por muitos. Muitos esses seus colegas, companheiros ou não de escala, que ao saberem do fato, se dirigiram para a Unidade para ser serem solidários uns com os outros. Obrigada amigos pelo apoio que oferecem a seus companheiros, as famílias, pois é de pessoas como vocês que a PMERJ precisa, HOMENS DE MORAL, HOMENS DE BRIO!! Agora após fazer um pouquinho, gostaria de dormir, pois seu que vem outros compromissos amanhã, mas não o farei, pois meu marido aquele que também foi muito útil nas horas difíceis, saiu pra SEGURANÇA, e só voltara depois que seu patrão liberar, após a festa acabar. Não é quem o contratou para fazer a segurança que é o culpado disso, e sim quem não nos oferece a SEGURANÇA QUE PRECISAMOS.

A MINHA ALMA NÃO FICARA LAVADA COM ESSE DESABAFO!!

NOSSOS SENTIMENTOS AS FAMILIAS DE NOSSOS GUERREIROS.

CHRISTINA ANTUNES FREITAS disse...

Srs.

Agradeço as palavras de incentivo!

Ana Maria: Temos que fazer pressão para uma AUDIÊNCIA PÚBLICA, pois há muitos hiatos no Texto e Emendas da PEC-300/2008.

Márcia: Ontem e hoje estou tentando permanecer cxalma (a pressão arterial subiu muito), observando os acontecimentos, inclusive porque tenho um filho em área de conflito.
Meu sentimento é de muita dor e revolta, até por constatar que, pelo menos publicamente, não ouvi nada que fosse vindo dos "grandes defensores dos Direitos Humanos deste Estado". Estão encolhidos, mas, claro que aparecerão para no final dizer que a culpa foi dos Policiais tombados ou feridos.

Que este Executivo que temos, consiga enxergar um palmo diante do nariz, pois até agora a única coisa que faz é olhar para o próprio umbigo.

Tenho muita fé que pelo menos isso reflita nos Jogos Olímpicos e Copa do Mundo, pois os conflitos ontem aqui nesta cidade, foram retransmitidos para vários países do mundo.

Mas, nada vale a vida de nossos HERÓIS que se foram, e dos que internados, que sabemos, de dificílima e dolorosa recuperação.

Que o Pai possa olhar por todos!

CHRISTINA ANTUNES FREITAS

crovato2009 disse...

EU GOSTARIA QUE O MAJOR DEPUTADO FABIO CONVERSASSE COM OS SENADORES PARA INCLUIREM NESTA PEC 41 QUE ELES ESTÃO APROVANDO A INCLUSÃO DE MILITARES DA RESERVA E PENSIONISTAS. NÃO TENHO CONHECIMENTO QUE ASSIM ESTA INCLUIDO .OBRIGADA