domingo, 22 de março de 2009

"ALMEIDINHA" - UMA VOZ E SUA EMOÇÃO !

Amigos:

Conservatória tem entre seus moradores, uma figura ímpar: ALMEIDINHA !

Aos 87 anos, nosso amigo é um homem com um humor maravilhoso, sendo atenciososo com todos. Quando canta, emociona pela intensidade de sua interpretação.

Nosso ALMEIDINHA, é um grande "galanteador" à moda antiga. Sua mulher Ivone, companheira à 60 anos, é sabedora que ALMEIDINHA tem sempre uma palavra bonita para as amigas, que estão constantemente junto ao casal.

ALMEIDINHA, canta e encanta a todos, com sua delicadeza, seu sorriso constante e suas interpretações maravilhosas.

Nosso amigo, compositor e músico EDUARDO MARQUES - EDU, dedicou um poema ao nosso grande amigo, que transcrevo abaixo:

.

"ALMEIDINHA"

Eduardo Marques - Edu

.

Silêncio

Quase absoluto

A Solarata

Escuta:

Franzino

Olhar arguto

Provoca

Lacrimejam

Olhos

Pelos versos

Que executa

Em gestos

Comovidamente

Sem um deslize

Nem uma sílaba

Esparsa

Mas únicas

E nem sequer

Um trêmulo

No som

Da voz

Pronúncia

De tempos idos

De coisas

Antigas

Mas que ainda

Ressurgem

Ávidas

Rejuvenecidas

Dos lábios

Quando recita

O cântico

Que precipita

E inunda

A alma

De quem lhe escuta

E se enfeitiça

De tanta mágica

De sua Música...

.

EDUARDO MARQUES - EDU, consegue retratar em seu delicado poema, toda a magia que envolve nosso ALMEIDINHA, quando ao silêncio de todos, canta!

.

Abaixo, ALMEIDINHA interpreta a música "Número Um" composição de Benedito Lacerda e Mário Lago, acompanhado pelo seu filho Mauro e pelo músico Carlito. Este é um vídeo bem caseiro feito por mim, com uma máquina fotográfica digital. A ocasião era bem informal!

.

video

.

Um abraço,

CHRISTINA ANTUNES FREITAS

2 comentários:

Eduardo Marques (Edu) disse...

Queridos Christina e Geraldo!
Obrigado, muito obrigado...
Almeidinha, que eu conheci por tão pouco tempo, me fez compreender toda a magia da Seresta, da Serenata, dessa cidade de Conservatória. Quando eu presenciava a voz emocionada em "Marcas do Passado", a expressão comovida pela umidade dos olhos, meu coração se alastrava, sempre, por esses vales e montes, e nuvens, e, dificilmente, não me debruçava em lágrimas...Um grande beijo do amigo Edu.

CHRISTINA ANTUNES FREITAS disse...

Edu:

Almeidinha além deste intérprete maravilhoso, foi uma das melhores pessoas que conhecemos em Conservatória:
talvez por ele ter a calma e a visão sobre a vida, que os mais jovens ainda não possuem.

MARCAS DO PASSADO era uma das canções que Almeidinha emocionava a todos, pela sua emoção contida tanto na voz quanto no gestual.

Um abraço fraterno,
CHRISTINA ANTUNES FREITAS