quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

" O RIO DE JANEIRO CONTINUA LINDO..." TRÁAAAAAA, PÁ PUM, PÁ PUM !!!

Amigos:
.
Estou aqui na cidade do Rio de Janeiro, e já passei por um momento semana passada que classifico como "horror": ter que sair em ré de uma via pública,junto a outros motoristas pois estava havendo o que aqui classificam como "Arrastão, Bonde, Falsa Blitz". Isso aconteceu debaixo de tiros de arma de grande porte uma vez que a PMERJ (graças à Deus) chegou com um carro no primeiro instante e dois Bravos Policiais (que ganham uma miséria de Salário) enfrentaram o grupo de "Jovens Excluídos pela Sociedade Perversa".Enquanto isso, tentávamos fugir de ré, apesar de haver sempre um idiota atrás dos carros, querendo prosseguir (ou era surdo ou estava bêbado) !
.
Salvamo-nos (até quando?)...
.
Chegando em casa procurei no Plantão Policial Online dos Jornais, alguma notícia sobre a ocorrência e nada encontrei. No dia seguinte a mesma coisa!
.
Entendo assim, que o acontecimento naquele dia para a Mídia foi uma bobagem, em relação a aviltante "Guerra Civil" existente no Estado do Rio de Janeiro. Guerra esta, não admitida (por questões diversas) por quem de "Direito"...
De um lado está o Governo que acredita que pode combater o caos, com Policiais Miseravelmente Remunerados, e sendo a todo instante denominados pela Autoridade Constituida, como: "Imbecis" ou "Bandidos Fardados". O Governo do Estado não poupa os Policiais Militares das mais diversas "Nominações Pejorativas". Isso em Público: fico a imaginar nos Gabinetes...
.
Do outro lado estão "Os Jovens Excluídos pela Sociedade Perversa", que mandam no Estado: mais precisamente na Cidade do Rio de Janeiro. Eles não podem levar uma tapa (Direitos Humanos, Ong's, Afro Sei lá o Quê, etc.) e caso sejam presos pela PMERJ, muitas vezes são soltos antes que os Policiais Militares terminem a Burocracia da Ocorrência (Advogado de ONG é rápido). Sempre é bom lembrar que Policiais Militares em algumas Delegacias do Rio de Janeiro, são praticamente tratados como "O Mosquito do Cocô do Cavalo do Bandido Alcaguete".
.
No meio da batalha entre os Policiais Miseravelmente Remunerados do Rio de Janeiro e os "Jovens Excluídos Pela Sociedade Perversa" estamos nós, a POPULAÇÃO! Sim... Aquela que mais sofre, quando existe uma Guerra Civil em qualquer lugar do mundo! E aqui não seria diferente...
.
Hoje resolvi abrir um Jornal Online, e somente para que os leitores tenham uma idéia, pincei algumas poucas notícias. Muito poucas para não ser enfadonha!
Como já havia dito anteriormente, nem tudo que acontece é colocado pela midia: afinal para eles, algumas ocorrência já viraram "Feijoada" !!!
.
Então, a título de ilustração, vejamos abaixo:....
.
29/01/2009 11:04:00 Bandidos atacam PMs no Centro Criminosos chegam atirando e PMs reagem. Houve tiroteio , mas ninguém ficou ferido
Bartolomeu Brito
.
Rio - Dois PMs do 13º BPM (Tiradentes) que faziam patrulha na manhã desta quinta-feira, na Rua Costa Bastos esquina com Rua Paula Matos, na subida para o bairro de Santa Tereza, foram surpreen didos por dois criminosos que chegaram atirando.
Os bandidos que estavam em uma moto, ao avistarem os policiais efetuaram vários disparos. Os PMs reagiram e houve tiroteio. Os criminosos conseguiram fugir e ninguém ficou ferido no confronto.
Ao fugirem os ocupantes da moto deixaram cair uma mochila com dois carregadores de fuzil e metralhadora.
.

29/01/2009 08:29:00 Criminosos fazem arrastão e acabam presos em ColégioPolícia persegue bandidos que capotam com o carro e acabam feridos. Vítimas fazem reconhecimento dos ladrões na delegacia
Rio - Três assaltantes que faziam um arrastão na manhã desta quinta-feira, em pedestres entre os bairros de Turiaçu , Guadalupe e Rocha Miranda, na Zona Norte, saíram feridos após perseguição policial que teve início na Rua Diamante e terminou na Rua Turipa, em Colégio, na Zona Norte.
Os bandidos armados com pistolas estavam assaltando os pedestres na rua, levando mochilas, celulares, carteiras e até marmitas de funcionários de uma fábrica de massas. Eles foram surpreendidos por PMs do 9º BPM(Rocha Miranda) que iniciaram uma perseguição aos ladrões.
Os criminosos trocaram tiros com os policiais e acabram feridos com os estilhaços do vidro do carro. Os três foram presos e levados para o Hospital Carlos Chagas.
Sandro Costa Monteiro, Adriano Messias Souza Silva, e Wagner Araujo da Silva foram medicados, e em seguida levados para a 30ª DP (Marechal Hermes).
Cerca de 17 pessoas foram prestar depoimento, fazer o reconhecimento dos ladrões e recuperar os pertences na delegacia.
Atualizado às 10h25
.

29/01/2009 01:38:00 Terror na Zona Norte Polícia mata chefe do tráfico na Mangueira e bandidos queimam quatro ônibus. Ataques ferem 3 passageiros
Rio - Terror, ônibus incendiados, intensos tiroteios e exibição de armas em favelas da Zona Norte. A ousadia e a frieza de traficantes marcaram a quarta-feira nos morros da Mangueira e dos Macacos, em Vila Isabel. Na primeira comunidade, três passageiros ficaram queimados sem gravidade durante os ataques a quatro ônibus. Os atentados ocorreram depois que Leandro Monteiro Reis, o Pitbull, chefe do tráfico local, foi baleado — ele morreu horas mais tarde.TV O DIA: A guerra entre policiais e traficantes A ação deixou mais dois mortos. Um agente da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod) e o gari comunitário Natanael Rodrigues dos Santos, 30 anos, foram baleados sem gravidade e sete pessoas acabaram presas. Comerciantes foram obrigados a fechar as portas em sinal de luto. Quem passava ou mora na região viveu momentos de pavor durante todo o dia.
FOTOS: Pessoas saqueiam os ônibus incendiados“Fiquei assustada ao ver bandidos ateando fogo no ônibus antes de conseguirmos sair. Todo mundo começou a gritar e algumas crianças que ainda estavam dentro choravam desesperadas. Graças a Deus saímos a tempo. Mas, quando vi as chamas se alastrando, achei que era meu fim. Comecei a rezar. Foi Deus quem me salvou”, disse a aposentada Aparecida Nascimento, 56 anos.
TV O DIA: Coletivos são incendiados por traficantes
Assim que Pitbull foi baleado, seus comparsas começaram a queimar ônibus em três das principais vias da região. Os dois primeiros foram na Rua Ana Néri, onde o motorista de um dos veículos conseguiu apagar o fogo no início. Em seguida, atearam fogo em um ônibus no Largo do Pedregulho. O último foi incendiado na Rua São Francisco Xavier.
MAIS FOTOS: Outro ônibus é incendiado no MaracanãSegundo a polícia, o objetivo dos ataques era desviar a atenção dos policiais para que Pitbull pudesse sair do morro em busca de atendimento médico. A tática não funcionou. Seis horas mais tarde, a família ainda o levou ao Hospital Souza Aguiar, no Centro, mas o bandido, baleado na barriga em confronto com a Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), já estava morto.Pitbull assumiu o controle após expulsar do morro seu tio, Francisco Paulo Testas Monteiro, o Tuchinha, no fim de 2007. Meses depois, o ex-chefe acabou sendo preso no Nordeste. Na ação — que contou com 70 policiais de seis delegacias, um blindado e dois helicópteros —, foram apreendidas uma metralhadora ponto 30, duas pistolas, uma escopeta, cerca de 200 quilos de maconha e a contabilidade do tráfico escondidos em uma casa subterrânea. Dois fuzis foram apreendidos com os mortos, segundo a polícia. Um deles foi identificado como Wilton de Brito Soares, de 20 anos.Ataques a ônibus viraram rotina nas represálias a operações policiais na Mangueira. Segundo a Fetranspor, 14 veículos foram incendiados no estado este mês — 756 desde 2000. O prejuízo é de R$ 250 mil para cada ônibus.
.

29/01/2009 01:38:00 Ousadia em Vila Isabel Bandidos exibem armas na rua e desafiam os policiais do Bope
Rio - A ousadia de traficantes do Morro dos Macacos, em Vila Isabel, surpreendeu os 200 policiais que foram à favela, ontem de manhã, na tentativa de aplacar a guerra entre facções rivais. Em cenas de afronta, eles apontaram pistolas para os PMs, a apenas 100 metros de distância. À tarde, um homem morreu e três foram presos.TV O DIA: Bandidos dos Macacos ostentam poderCinegrafistas registraram a ação pouco depois das 9h, quando policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e de unidades da capital tomaram os acessos do Macacos e do São João. Sem se incomodar com a circulação de moradores e de crianças, quatro traficantes — um deles aparentava ser menor — chegaram a dançar na rua, balançando as armas.Com os rostos cobertos com camisas e segurando duas armas ao mesmo tempo, eles miravam os policiais que estavam na esquina da Rua Visconde de Santa Isabel. Na chegada do Caveirão e do helicóptero da PM houve tiroteio. A Rua Visconde de Santa Isabel chegou a ser fechada por cinco minutos. Segundo o comandante do 6º BPM (Tijuca), coronel Ruy Loury, o objetivo era localizar armas, drogas, e conter a ação dos criminosos. As quadrilhas dos morros estão em guerra desde novembro, quando bandidos do São João tentaram invadir o Macacos. Sábado, traficantes do Morro dos Macacos revidaram e três inocentes foram mortos. A família de Gilberto Alves dos Santos, 54 anos, morto ontem, afirmou que ele não tem envolvimento com o crime. Foram apreendidas uma carabina ponto 30, granada e uma pistola 9mm, além de munição. Entre os presos está um menor, flagrado com 120 papelotes de cocaína. Alessandro dos Santos Ramos, 29, foi baleado e levado para o Hospital do Andaraí.
.

28/01/2009 11:44:00 Polícia prende dois acusados de executarem família em Anchieta Crime teria ocorrido por causa do conserto de um celular
Leslie Leitão
.
Rio - Agentes do serviço reservado do 14º BPM (Bangu) prenderam dois homens acusados da execução de uma família no dia 30 de dezembro de 2008, em Anchieta. Samuel Elias Freire da Silva e Fábio Ribeiro Braga tiveram a prisão decretada pela Justiça.
Os policiais chegaram aos criminosos através do disque-denúncia ( 2253-1177).Segundo investigações, o crime teria sido motivado por causa de uma discussão relacionada ao conserto de um telefone celular. Os acusados serão apresentados na tarde desta quarta-feira.
Relembre o caso: Fagner Thiago Francisco, sua esposa, Lidia Lopes Fonte e sua filha Taiana Fernandes, 3 anos, foram executados dentro da loja de celulares da família. A criança foi ferida na cabeça e nas costas quando a mãe, Lídia Lopes da Fonte, tentava protegê-la dos disparos.
Lidia e Fagner trabalhavam na loja quando um homem encapuzado fez disparos à queima roupa. Lídia se jogou sobre a filha, mas os tiros de calibre nove milímetros atravessaram suas costas e ombro e atingiram a criança.
Os criminosos foram levados para a 39ª DP (Pavuna)...
.
Sendo assim amigos, isto não faz parte do "MUNDO ENCANTADO DE CHRISTINA" .
.
Essa é a dura realidade de um País e seus Legisladores , que não acreditam que o "Vicio Alimenta o Tráfico".
.
Infelizmente esta é a rotina da Sociedade Fluminense...Somos todos reféns dos "Jovens Excluídos pela Sociedade Perversa", dos Políticos, Ong's, Direitos Humanos e até de uma pequena parcela de Policiais ou Ex-Policiais Corruptos.
.
Vale lembrar que só existe para a mídia, Ex-Policiais Corruptos ou Assassinos...
Quando um Médico, Economista, Bancário, Engenheiro, ou alguém que coloca Som em Festas, como o "animal" (Perdão à Associação Protetora dos Animais) que matou à sangue frio dois Policiais Militares porque sentia-se estressado: a Mídia somente relata (quando relata) o nome do indivíduo!..
.
Então ,
.
"O RIO DE JANEIRO,
.
CONTINUA LINDO..."


.
.
"Aquele Abraço!"
.
CHRISTINA ANTUNES FREITAS

4 comentários:

Rachel disse...

oi primeiramente boa tarde,antes da senhora falar que foi eles que mataram a senhora tem que ter provas,mas nao tem nenhuma prova e eu nao acredito que eles fizeram isso porque o Samuel Elias é um homem de Deus e Deus vai dar a vitória olha eu nao aceito essa injustica ele é inocente mesmo eu tenho certeza e Deus vai provar.Que Deus te abencoe beijos ass:alguem

MARIA CHRISTINA ANTUNES FREITAS disse...

Rachel, Boa Tarde!

Fui até a minha postagem, e pude observar que não mencionei o nome de ninguém.
Apenas transcrevi algumas ocorrências no Rio de Janeiro, e o Artigo foi retirado de O DIA ONLINE e a autora, é Leslie Leitão, uma Jornalista.

No caso Rachel, não tive a intenção de nominar A ou B, quando fiz as transcrições, mas somente dar uma idéia ao pessoal que fica fora do Rio de Janeiro, como anda a violência.

Espero que o Sr. Samuel, citado pela Jornalista, não tendo nada contra si, possa estar o mais breve possível acionando o Estado, pelo pré-julgamento.

Creio em Deus, e lamento que de alguma forma a entristeci: não era minha intenção!

Mas, caso alguma coisa fique provado contra o Sr. Samuel, ou qualquer outra pessoa que cometa ilícitos, que a Justiça seja feita!

Quando tiver notícias sobre o rumo deste caso, e queira que eu informe, é só enviar email!

Um fraterno abraço!
CHRISTINA ANTUNES FREITAS

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
CHRISTINA ANTUNES FREITAS disse...

Srs.,

Recebi um email de Rachel, que já postou comentário nesta matéria. Infelizmente não vou poder publicar o comentário de Rachel, pois nossa amiga colocou seu nº de telefone.
Para resguardá-la, tomo esta iniciativa.

Mas, a resposta para Rachel é a seguinte:

RACHEL:

Como vê não creio que seja bom expor seu comentário com o seu telefone.
Não conheço a Jornalista Leslie Leitão do O DIA ONLINE, somente reproduzi (copiei) a matéria feita por ela para o Jornal.


Creio que a melhor maneira de você entrar em contato com a Jornalista será entrar no link abaixo;

http://odia.terra.com.br/portal/

Feito isso, click em "FALE CONOSCO"
que está logo acima, ao lado direito da página do Jornal.
Depois de clickar, abrirá uma página para suas informações pessoais e um espaço para um que um breve relato sobre seu caso, seja exposto.
Será pedido um email para resposta e caso você não tenha um email pessoal, peça a alguém de muita confiança, a gentileza de poder usá-lo.
Os Jornalistas costumam preservar os nº de telefones que lhe são enviados.
Não se esqueça de colocar, quando solicitado, que a Editoria é RIO!

Espero estar ajudando, e excluí seu "comentário", pois meu computador é bastante "invadido", tendo eu inclusive, ter que mudar minhas senhas quase todas semanas!

Diga ao Samuel para não desistir. Se ele é inocente, Deus certamente o abençoará, com a Justiça. Sei que ela é lenta, mas é com ela que temos que contar!

Rachel, um abraço fraterno para você, seu bebê e força!
CHRISTINA ANTUNES FREITAS